sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Padre Pio - Um Anjo sem Asas

Este é um livro que conta a vida do amado Pe. Pio, tem muitos relatos simplesmente lindo.

Uma Criança muito especial

Quarto filho de uma família de sete irmãos, Francisco Forgione nasceu no dia 25 de maio de 1887, em Pietrelcina ("pedra pequena"), uma cidade da Itália.

Durante o dia, seu pai, Grazio, trabalhava no campo. De noite, rezava o rosário junto com seus filhos e a sua esposa Giuseppa - a mamãe Peppa.

Para os moradores da cidade, Francisco parecia uma criança comum: não era levado nem comportado demais.

Sua mãe, porém, já notava nele os sinais de uma vocação especial. Afinal, ele muitas vezes deixava de lado as brincadeiras com os colegas para orar e contemplar em solidão.

De forma discreta, velada aos olhos do mundo, Deus já realizava maravilhas em sua alma.

Todas as noites, ao fechar os olhos, Francisco tinha a visão do paraíso. Pela manhã, seu Anjo da Guarda vinha acordá-lo para rezarem juntos.

Na sua ingenuidade infantil, o menino pensava que tais fenômenos eram normais e aconteciam a todos, e nem ao menos suspeitava do seu carácter extraordiário.

O pequeno Francisco tinha um grande desejo de estudar. Seu pai, analfabeto, reconhecia o valor dos estudos, mas sua renda não lhe permitia arcar com mais esta despesa. Por isso, tomou a difícil decisão de se separar de sua família e emigrar para os Estados Unidos, buscando um trabalho que lhe desse mais dinheiro.

Com a quantia enviada pelo marido, mamãe Peppa colocou Francisco no colégio.

Aos 12 anos, Francisco fez a Primeira Comunhão e recebeu o sacramento do Crisma. A respeito deste dia, já adulto, afirmou: "Jamais assisti a uma cerimônia tão santa quanto aquela em que fui crismado. Chorava de consolação no meu coração...".

Neste período, começou a amadurecer o desejo de se consagrar inteiramente a Deus. Só não sabia onde, nem como.

A humilde figura do Frei Camilo Pianisi inspirou o menino a tomar a sua decisão:

- Mamãe, quero ser monge de missa, monge com barba!

Frei Camilo era um jovem capuchinho. Suas virtudes fascinaram Francisco, levando-o a seguir seus passos.


Outro momento bem lindo deste livro:


Que o Senhor possa nos dar a graça de sermos fiel ao seu caminho como o Padre Pio foi.
                                                            Um Abraço Fraterno

2 comentários:

  1. Olá! Que maravilha seu blog!!!
    É graça divina começar bem. Graça maior é persistir na caminhada certa. Mas a graça das graças é não desistir nunca.
    Boa semana na Paz e no Amor de Cristo,

    Reinaldo

    ResponderExcluir
  2. Um santo servo de Deus! Certamente um santo livro!
    Que São Pio interceda sempre por nós, junto a Deus!
    Abraços no coração!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim. Amei sua visitinha volte sempre e que Deus te Abençoe grandemente!
Se você desejar pode me enviar um email:
sueli2508@hotmail.com

Obs: Se você escolher a opção Anônimo, no final não esqueça de colocar o seu nome! Abraço Fraterno!!