terça-feira, 19 de março de 2019

Quaresma: Atividades de Catequese Lucas 13, 1-9 3º Domingo da Quaresma

Evangelho do 3º Domingo da Quaresma: Lucas 13, 1-9      Ano Litúrgico: C

A Figueira que não dava frutos!

Este Evangelho vem nos dizer muitas coisas se lermos com atenção e deixar o Espirito Santo  nos falar vamos descobrir mensagens lindas que enriquecem e aquece nosso coração.

Jesus vem nos falar que os acidentes que acontecem com as pessoas não indicam a sua espiritualidade, mas que todos serão julgados no juízo final, e que ninguém é melhor que ninguém, e nos pedem que tenhamos uma vida honesta e sem julgamentos dos nossos irmãos. O Senhor não castiga ninguém, Deus é amor e misericórdia e jamais é sera um Deus que se vinga.

A figueira simboliza a humanidade que é pecadora, quem plantou a figueira e vai procurar os frutos é Deus e o agricultor é Jesus. Quando Deus que plantou a figueira vem procurar os frutos o agricultor (Jesus) se propõe a adubar e a cuidar da figueira para que venha a dar fruto.  Jesus com sua infinita misericórdia  quer que todos se convertam e sempre roga a Deus por cada um de nós!  

Lindo né... e você meu amigo e amiga catequista que fruto tem dado? O que esta fazendo nesta quaresma para que sua vida seja de fato testemunho do amor e misericórdia de Deus?

Atividades de Fé e Amor a Luz do Evangelho!




Abençoada Quaresma!!

Abraço Fraterno!
Sueli

Catequese Infantil - Pãozinho do Céu Maria

sexta-feira, 15 de março de 2019

2º Domingo da Quaresma - Atividades de Catequese

Transfiguração de Jesus - Atividades de Catequese 2º Domingo da Quaresma

2º Domingo da Quaresma: Evangelho de São Lucas 9, 28-36        Ano Litúrgico:C

A TRANSFIGURAÇÃO DE JESUS!!

Nesta Liturgia somos convidados por Jesus a escutar o que ele tem para noa dizer e a contemplar seu rosto luminoso. Firmes na fé no Senhor, celebremos sua páscoa, que se realiza nas comunidades e pessoas dispostas a transfigurar a realidade que as cerca, promovendo a vida. (Liturgia Diária)








Atividades de Fé e Amor a Luz do Evangelho!





Vejam que linda reflexão sobre A Transfiguração de Jesus, vale muitooo apena ler

Jesus transfigurado

            Transfiguração é uma mudança que pode ser para melhor, ou para pior. Pode ser bonita, e atraente,  ou feia e repugnante. Hoje, estamos festejando a  mudança no rosto de Jesus que o tornou luminoso como o sol e que ficou conhecida como “Transfiguração”. Transfigurar significa mudar a figura ou a feição, significa mudança nas expressões faciais. Imaginemos o brilho no olhar no rosto de uma mulher grávida transfigurado pela felicidade de carregar em seu corpo, uma nova vida. Do mesmo modo, lembremos o nosso rosto transfigurado quando após a confissão, recebemos o Cristo eucarístico pela comunhão. Vemos também, esse esplendor, no rosto de uma adolescente apaixonada. E o que caracteriza o semblante de todos eles é o brilho no olhar. E o amor é que faz iluminar e brilhar a expressão das pessoas transfiguradas.
            Mas infelizmente, nem sempre a transfiguração é motivo de felicidade.  Pois nos rosto a mãe que chora ao perder o seu filho vítima da violência generalizada, a transformação no rosto daquele irmão que perdeu tudo o que tinha tendo sua casa destruída pelas enchentes decorrentes da chuva, a transformação no rosto da moça quando levou um fora do namorado, ou a mudança brusca do semblante da  mulher ou do homem que teve o seu casamento desfeito pela separação... Por outro lado, podemos comparar as expressões faciais de um homem santo com as expressões do rosto de um homem mau, daquele que não reconhece Jesus e vive fora dos seus caminhos.   São rostos diametralmente diferentes, são feições totalmente opostas. Em um vemos a pureza, enquanto no outro está espelhado o mal.
            Isso acontece por que  embaixo da camada epitelial do nosso rosto, existe uma fina camada gordurosa que ao passar do tempo vai  moldando as nossas expressões faciais de acordo com os nossos pensamentos dominantes, vai se emoldurando de acordo com o que acreditamos e vivemos. Assim, temos o nosso semblante emoldurado de acordo com o que somos: Se somos bons, nosso semblante é bonito e agradável. Confira no rosto, no olhar de uma criança inocente. Porém, se somos maus, se seguimos a satanás em vez do Evangelho, o nosso semblante é assustador!  
            A transfiguração foi uma teofania (visão, manifestação de Deus ao mundo.) Daquela  nuvem saiu uma voz que disse: "Este é o meu Filho Amado... Escutai-o!"
            Será que temos escutado a voz de Deus? Será que temos escutado Deus que nos fala pelas leituras da missa, pela boca do celebrante em sua homilia, pelos acontecimentos do nosso dia a dia?  Ah! estamos escutando Deus!  Pelo menos temos tentado escutá-lo?
            Mas não basta somente escutar, ouvir a voz de Deus que nos chama, nos repreende, nos conforta, nos alegra, nos faz companhia... temos de por em prática. É preciso viver a voz de Deus que nos chega de diversos modos, é necessário e indispensável não só escutar como praticar com fé, esperança e muita caridade.
            No monte tabor Jesus deu uma pequena mostra de como Ele ficaria depois da ressurreição. Transfigurado, com um esplendor maravilhoso em seu rosto, em todo o seu ser de forma visível aos olhos daqueles privilegiados que presenciaram tão maravilhosa visão. "Quando Jesus se manifestar, seremos semelhantes a Ele" (1Jo 3,2). Isso quer dizer que um dia quando acontecer a nossa ressurreição dos mortos, seremos um pouquinho semelhante a Jesus ressuscitado.
            A meta da história humana é atingir a transfiguração... E nos tempos de Quaresma temos de nos preparar para nos transformar em novas criaturas. Precisamos nos transformar para poder transformar o mundo.
            Irmãos. O nosso objetivo é sermos transfigurados pela conversão e pela graça de Deus  por meio de Jesus. Assim, a transfiguração será sempre para nós uma vocação, um ponto de chegada a ser atingido, porém, nesta vida, não conseguiremos plenamente essa mudança. Por isso devemos lutar por ela diariamente, a cada instante da nossa vida. Vencendo as tentações, corrigindo o nosso relacionamento com os nossos irmãos, rezando, meditando, e enquanto trabalhamos pela sobrevivência, devemos nos cuidar para atingir e manter a nossa transformação facial, a qual vem da alma purificada. Nunca estaremos prontos, acabados, pois a nossa conversão, a manutenção da nossa transfiguração deve ser diária, constante, e persistente.  Precisamos tomar muito cuidado, para que no último instante da nossa vida, estejamos transfigurados, resplandecentes, dignos de sermos conduzidos à transfiguração Eterna. Pois é preciso estar de pé quando vier o Senhor .
            As leituras de hoje nos convidam a acompanhar Jesus neste espetáculo inédito e único da transfiguração, a fim de não desfalecermos em nossa fé, e de não termos a nossa face desfigurada pelo pecado, mais sim, a fim de sermos exemplo de justiça, pureza, conversão, diante dos homens, das mulheres, e principalmente diante das crianças. Para isso é bom termos diante dos olhos esta imagem que aconteceu no Monte Tabor, diante dos discípulos João, Tiago e Pedro, que foram as privilegiadas testemunhas deste fato extraordinário, mistério da nossa fé. 
            E a medida que ouvimos, cremos, praticamos e anunciamos a palavra, estaremos a cada dia mais preparados para colocar a veste branca da nossa transfiguração, por que hoje somos convidados a ouvir a voz que saiu daquela nuvem:  “Escutai-o”. Escutar, acreditar, viver e ensinar pelo exemplo e pela palavra...
            Como vimos, a transfiguração foi uma antecipação da ressurreição de Jesus. Uma mostra de como Ele seria transformado depois de ressuscitar. Um exemplo para nós. Pois precisamos primeiro nos transformar para podemos transformar as pessoas que nos cercam e para que um dia possamos merecer a glória eterna, junto com aquelas pessoas as quais Deus colocou em nosso caminho para que as transformássemos em novas criaturas modificadas em seus semblantes pela conversão constante, incentivada pela nossa ação catequética.
            Este é o  II Domingo da Quaresma, e o Evangelho nos mostra  Jesus rezando na companhia de  Pedro, Tiago e João. Mais uma vez Ele se afastou da multidão para um lugar distante e permaneceu em oração.  Você já rezou hoje?
            Irmãos. Neste domingo em que  festejamos aquele momento especial no qual Jesus foi transfigurado diante dos discípulos, também nós somos convidados por Deus a escutar o que Ele tem para nos comunicar, a contemplar o brilho em seu rosto, e partir para a ação de transformar o mundo.
José Salviano  
Fonte:http://homiliadominical2.blogspot.com.br/

Quaresma: Jesus no deserto - Atividades de Catequese

Atividades de Catequese para o 1º Domingo da Quaresma: Marcos 1,12-15

Evangelho do 1º Domingo da Quaresma Lucas 4, 1-13 

Jesus foi tentado no deserto


Olá amados catequista Deus abençoe pela sua presença .

Aqui neste cantinho você vai encontrar muitos materiais sobre este tempo lindo que começamos a viver, que é quaresma... e logo mais postarei outros materiais que estou elaborando. Beijos e fiquem na paz do Senhor!


Atividades de Fé e Amor:


Somente a historinha de Jesus no deserto, para as crianças menores colorirem.

Abraço Fraterno!

Sueli - Pãozinho do Céu Maria

quarta-feira, 6 de março de 2019

Atividades de Catequese: Quarta Feira de Cinzas

Quarta-Feira de Cinzas - Atividades de Catequese

Evangelho de São Mateus: 6, 1-6. 16-18
"QUANDO JEJUARES, NÃO FIQUES COM AR TRISTE E SOMBRIO."

Com a celebração da Quarta-Feira de Cinzas, damos inicio ao Tempo da Quaresma, "tempo de graça e reconciliação", tempo que é um itinerário oferecido como oportunidade de uma profunda e verdadeira conversão. É um momento importante para refletirmos um pouco sobre a nossa caminhada de cristãos. O ritual das Cinzas expressa uma atitude de conversão e arrependimento que precisamos reforçar durante a Quaresma.
Entre os fariseus, na época de São Mateus, estes atos de piedade eram fundamentalmente três: a esmola, a oração e o jejum; mas para muitos essas práticas haviam se convertido em uma questão puramente externa e motivo de orgulho, até o ponto de alguns fazerem exibição pública de sua religiosidade.
(Fonte:  Diário Bíblico)

Atividades de Fé e Amor:


Deus abençoe sua visitinha!
Abraço Fraterno e um lindo e abençoado dia!
Com Carinho, Sueli
Catequese Infantil - Pãozinho do Céu Maria